O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem Estar do Japão, irá iniciar em Maio/2015, apoio aos estrangeiros

Interessados devem procurar o JICE e Helllo Work dessas cidades para obter maiores informações.

Fonte : IPC Digital

Estrangeiros em 15 províncias oferecendo cursos gratuitos:

O curso tem por objetivo dar melhorias de condições para os estrangeiros através de ensino de língua japonesa para que aprendam como preencher currículo, como interpretar as ofertas de vagas e para o desenvolvimento de outras habilidades.

As Províncias são : Shizuoka (Hamamatsu), Chiba, Ibaraki, Tochigi, Gunma, Saitama, Tokyo, Kanagawa, Ishikwa, Nagano, Gifu, Aichi< Mie, Shiga e Osaka. 

Previsão do governo é que 4 mil pessoas irão participar. 

Há ofertas de trabalhos para nikkeis em Fukuoka. A profissão é de caddie em um clube de golfe. As pessoas que estão interessadas, e desejam maiores informações, pedimos que compareçam no CIATE. O horário de funcionamento é das 9h às 17:30h (seg. a sex.). Há possibilidade de atendimento por telefone e e-mail também.

Telefone: (11) 3207-9014

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O último relatório divulgado pelo Ministério da Justiça, datado de 24/04/2015, informa que o número de brasileiros aumentou 3,3% totalizando 175.410, até dezembro do ano passado.

 

Aichi, Shizuoka e Mie continuam sendo províncias com maior concentração de brasileiros, a maioria possui visto permanente – 111.077, o que representa 63% da população, maioria de sexo masculino.

 

A grande fatia  da população que totalizam 51.170 , são jovens de 18 a 35 anos. Enquanto a minoria é da faixa de 65 à 80 anos, totalizando 4.167 pessoas e as crianças representam 19%. A faixa etária supostamente ativa economicamente é de 79%.”

 

Veja a seguir a tabela com números de concentração de brasileiros em cada Província:

 


  • O índice de aumento de candidatos em relação às ofertas de empregos em fabricas e processo de produção excedeu uma parcela, ainda assim, cerca de 3,3% dos estrangeiros procuram empregos nesta categoria.
  • Nas categorias de cuidado aos idosos e de construção, o número de oferta de empregos está excedendo o número de procura, e o índice de aumento de candidatos chega a ser relativamente alta também.
  • Quando se busca empregos no Japão, mesmo que o candidato seja estrangeiro, muitos empregadores buscam pessoas que tenham um alto conhecimento da língua japonesa.

 

O Departamento de Direito Internacional e Comparado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, juntamente com CIATE - Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior, convidam para a palestra “Situação Jurídica dos Nikkeis e Brasileiros Residentes no Japão” a ser proferida por

 

PROFESSOR HAJIME WADA

 

DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE NAGOYA

 

Data:  22 de abril de 2015

Horário :  18:20 hs

Sala João Arruda – andar térreo da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo

Largo De São Francisco 95 – Centro – São Paulo – SP

 

Dinheiro usado no Japão

O iene (ou yen) é a moeda usada no Japão. Em japonês geralmente é pronunciada apenas “en”, mas a pronúncia “yen” é comum em outros idiomas, como o português. Os códigos para a moeda em ISO 4217 são JPY e 392. O símbolo latinizado é o ¥, enquanto que o japonês é escrito com o kanji 円.

Bolsa de Estudo Shoei

História

O CIATE – Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior, em conjunto com a Fundação Kunito Miyasaka, prossegue com o programa de concessão de Bolsa de Estudo Shoei dirigido aos jovens decasséguis ou filhos de decasséguis, estudantes de cursos universitários no Brasil.