Anais das Últimas Edições do Simpósio Internacional do CIATE

Os arquivos dos trabalhos publicados nos anais estão disponíveis para download nos links a seguir.

Palestras

Calendário de Eventos

Investimentos: quais são os mais rentáveis e lucrativos ?
Terça-feira, 12 Novembro 2019,  2:00 -  5:00
Contato 11-3207-9014

Você se lembra da ultima mensagem que mandei aqui, sobre “Planejamento Para Alcançar Objetivos”?⯑

Então, nesta terça dia 12/11, o consultor Rodrigo A. Yoshitome trará informações sobre os investimentos mais rentáveis e lucrativos.

Não sei se você se lembra, mas neste mês e no mês que vem, receberemos o 13º salário. Por que não investir este dinheiro agora para poder desfrutar depois? Como por exemplo:

·         Férias ⯑;

·         Cursos ;

·         Carro ⯑;

·         Casa ;

Gostaria de saber quais são os mais rentáveis e lucrativos, com a quantia que você tem?

Então não perca essa palestra!

Dia: 12 / 11 / 2019 ( Terça-feira )

Horário: 14:00 ~ 16:00 horas

Endereço: Rua São Joaquim, 381 (1º Andar - Sala 11)

Faça já sua inscrição pelo Whats!

Entrada Gratuita

Local R. São Joaquim, 381 - sala 11

Siga-nos no Facebook

 
 



Entidades

BUNKYO - Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social

ENKYO - Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo

KENREN - Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil

厚生労働省

Associação Kaigai Nikkeijin Kyokai

Consulado Geral do Japão em São Paulo

Últimas Notícias

Toyota e Mazda registram primeiro aumento de vendas na China desde o surto do Covid 19

Na China, na Provincia de Guangdong, após o anuncio de Covid 19 ter se acalmado, os consumidores estão afrouxando a quarentena e gastando dinheiro.

Uma das causas é a ideia que ter carro particular o risco de infecção é bem menor do que o uso do transporte público, isso contribui para nova demanda de veículos.

Para o Mazda também teve um aumento de 1%.

Mas enquanto para alguns sugerem que a demanda está voltando, outros como a Honda, incertezas continuam : as vendas de abril, diminuiram 9,5%, em relção a um ano atrás.

Leia mais...

Sony irá produzir e doar escudo faciais a hospitais no Japão

A Sony se juntou a outras companhias globais como a Boeing, /exxon Mobil, para ajudr a fornecer escudo faciais a hospitais , adaptado a partir de proteções oculares normalmente usadas por cirurgiões para visualizar imagens de monitores médicos 3D da Sony.

Essas máscaras, protege os profissionais da linha de frente das partículas que contém o vírus liberadas pela tosse, espirro e outras formas de contato próximo.

Leia mais...

Curiosidades sobre Kimono - História

História do kimono

 

Como todos sabem, o kimono é a vestimenta tradicional do povo japonês, mas poucos conhecem sua história, então te convido para esta viagem no tempo para conhecer um pouco da história dessa vestimenta!

O Kimono, vestimenta típica do Japão como conhecemos hoje é algo bem recente e que passou por diversas mudanças, e a palavra kimono em si passou a ser designada para esse tipo de roupa tradicional japonesa apenas recentemente, depois da abertura do Japão para o Ocidente na Era Meiji e a entrada de trajes ocidentais no país. Antigamente, durante a Era Nara (710 a 794), os japoneses utilizavam roupas simples, com o intuito de proteger o corpo, e a palavra Kimono tinha o significado de vestimenta, podendo ser traduzida ao pé da letra como “coisa para vestir”.  A partir da Era Heian (794 a 1192), as técnicas para produzir tecidos e roupas começaram a evoluir e o kimono começou a ter sua forma modificada, se aproximando do que conhecemos atualmente.

A seda utilizada para produzir os kimonos vinha da China, e era tecida em teares manuais de madeira de forma bem artesanal, trocando-se as cores dos fios a fim de produzir estampas no tecido. Esses tecidos feitos nesse tipo de tear facilitavam o trabalho dos produtores de kimonos, já que sua forma retangular simplificava o corte das peças para sua confecção.

O novo formato também facilitava seu uso e sua adaptação para as variações de temperatura, já que no Japão as estações do ano são bem definidas, ou seja, no verão é muito quente e no inverno é muito frio. Esse formato retangular permite que se use apenas uma camada de roupa no verão e que se adicione camadas conforme a temperatura vai caindo com a chegada do inverno.

Com o passar do tempo, a vestimenta foi evoluindo e o hábito de vestir kimonos com mais camadas foi se tornando popular e a combinação de cores se tornou uma parte importante na hora de se vestir, e é muito provável que foi a partir desta evolução da vestimenta e da moda que surgiram as combinações de cores tradicionais nos kimonos que vemos até hoje no Japão.

 

Durante as eras  Kamakura (1192-1338e Muromachi period (1338-1573), se tornou comum o uso de cores muito chamativas e brilhantes entre homens e mulheres, e os guerreiros usavam roupas de cores que representavam seus líderes e se distinguiam do inimigo em campo de batalha.

Até a Era Edo, o Japão ainda estava sob um regime feudal, ou seja, o Imperador era apenas uma figura de poder mas este não era centralizado em suas mãos, sendo distribuído entre os clãs e o poder pertencia ao líder de cada um. Nesta era, o Clã Tokugawa era o mais poderoso no Japão e dividia seus guerreiros samurais de cada domínio pela cor e pela estampa da vestimenta, como uma espécie de uniforme. Nesta era se tornou comum a utilização de peças tecidas com linho entre os samurais e o kimono se tornou um item valioso devido ao tipo de confecção de tecido cada vez mais moderno e com alta qualidade, e assim a vestimenta também passou a ser considerada como arte.

Seguindo na linha do tempo, chegamos na Era Meiji (1868-1912), período em que o Japão abriu seus portos para o Ocidente e deixou seu sistema econômico feudal para entrar no sistema capitalista e acompanhar a economia industrial. Nesta época, a moda japonesa começou a sofrer influência da moda ocidental, e entraram peças como camisas, ternos, saias e calças. O Japão também começou a incentivas o uso dessas peças ocidentais por sua praticidade, principalmente no período de guerra. Inclusive o próprio Imperador Meiji utilizava trajes imperiais ocidentais. Durante e após a Segunda Guerra Mundial era possível ver a mistura de trajes ocidentais e japoneses pelas ruas das cidades japonesas.

E a moda continuou evoluindo cada vez mais rápido após a guerra, e os trajes ocidentais se tornaram algo cada vez mais comum entre os japoneses, mas isto não significa que o kimono foi deixado de lado. Atualmente a vestimenta tradicional é muito utilizada nos diversos festivais que acontecem no Japão, em festas tradicionais, casamentos, cerimônias da Família Imperial e inclusive na moda alternativa em Harajuku, com a mistura de elementos tradicionais com futuristas, e do ocidental com o japonês/oriental.

E assim foi a evolução do kimono, vestimenta que desperta muita admiração pela sua beleza e formas únicas. Gostaram? Então comente aí o que achou, se conhece mais fatos sobre o kimono e confira a galeria sobre o tema!

Até a próxima!

Referências:

https://artsandculture.google.com/exhibit/the-origin-of-kimono/bAKSIzW_YsXFJQ

https://www.japan-zone.com/culture/kimono.shtml

https://web-japan.org/kidsweb/virtual/kimono/kimono01.html

 

Leia mais...